fotos

fotos
nossas

Seguidores

quarta-feira, 30 de março de 2011

Hoje eu vou falar sobre novo swing e a nova sociedade.


 Novo swing
Sabe estou vendo uma mudança dentro do swing q eu sempre quis, mas eu achava q era impossível, um swing com pessoas mais liberais de verdade q respeitam a fantasia do próximo, um swing sem muita frescura, aonde o valor maior é a pessoa, q não seleciona as pessoas pelo q tem no bolso e sim pelo seu caráter, um swing q o q conta é vc se feliz, não tem espaço para ninguém ficar falando de ninguém.
Eu estou falando isto pq aconteceu na minha casa, na festa q todos já ouviram falar, foi uma festa diferente, por vários motivos, mas teve dois q me chamou muita a atenção. Um o povo demorou a fazer sexo, pq estavam mais a fim de conversar se conhecerem, e depois q todos já tinham conversado se conhecido, partiram para o sexo, um sexo sem preconceito aonde todos faziam sexo um do lado do outro, aonde todos se misturavam no maior prazer, e quem queria só olhar olhava, não teve isto de local reservado, tudo era bem coletivo.
Alguns dias antes uma pessoa entrou em contato com a gente q queria vir na festa, só q tinha medo de se rejeitada pelos casais, nada mais pq era q um traveco, realmente nos ficamos com medo disto acontecer, mas mesmo assim resolvemos bancar o risco, pois sabemos q tem alguns casais q tem este fetiche de sair com um traveco, mas sabemos q a grande maioria não.
E falamos q ela podia vir, ela chegou à festa com o seu companheiro, foi muito engraçado todo mundo perguntando quando ela ia chegar, e quando ela chegou foi muito engraçado alguns olharam com aquele olhar de desconfiança, outros com olhar de desejo (uma boa parte), e uma pequena parte com olhar de não aprovar aquilo, mas com o passar do tempo todos na festa conversaram com ela, brincaram com ela e tiraram varias duvidas com ela. E passou a se a expectativa da festa se ela iria ou não ficar com alguém, e qual casal iria ficar com ela.
E quando ninguém esperava vários casais chegaram nela e passaram seus contatos, pois tinham este fetiche, e quando ela fez sexo com um casal foi à coisa mais normal para todos, ate aqueles q olharam com olhar de reprovação no inicio se entregaram a alegria o bom humor da festa e descobriram q ali não era lugar para ninguém, ficar recriminando ninguém, é um lugar para se conhecer fazer amigos e realizar suas fantasias, eu mesmo no quintal da minha casa a mulher (traveco) pagou um boquete para mim, minha esposa pagou um boquete para ela, e foi muito legal, foi gostoso entrar na minha garagem e ver mais de 5 casais fazendo uma verdadeira suruba, ver minha esposa no quintal ficando com outro homem, chegar la nas casas dos fundos e ver casais iniciantes brincando com casais veteranos, se misturando como se ninguém fosse iniciante, isto para mim é novo swing, um lugar aonde as pessoas tem q respeitar a fantasia do próximo, saber q todo nos temos desejos diferentes, mas sabemos conviver com isto, e hoje acaba com o swing antigo, aonde uma maioria ditava o q vc podia ou não fazer numa festa, aonde inventaram um monte de regras dentro de casas de swing. Uma amiga minha foi para o Paraná e falou q la tem muitas pessoas lindas e de bem com a vida, só q la as casas de swing não tem esta frescura q não pode fazer sexo na pista, muito pelo contrario eles são incentivados para brincar na pista, eu Sr. Fanfarrão falo uma coisa, tomara q um dia as casas de swing mudem este conceito aqui em São Paulo, pq casa de swing tem q ser sinônimo de alegria e liberdade, não tem espaço mais para aqueles casais q curtem ficar na net fazendo fofoca, falando mal de outros casais só pq tem desejos diferentes deles, ou ficar indo em festa para falar de outras festas, porra lugar de festa é para festa, e para vc se diverti, uma pessoa q vai numa festa para falar mal de outra festa é uma pessoa doente, uma pessoa mal resolvida, são pessoas q não querem o swing de verdade, pq eu marco se estou numa festa eu quero é me diverti na festa, não quero assuntos carregados, porra um monte de pessoa para vc beijar fazer sexo, e vc preocupado com a alegria de outras pessoas.
Então é isto q eu falo novo swing, pessoas de bem com a vida q querem é mesmo se diverti e viver, como diria meu amigo aventura, não da para vc se meio liberal neste mundo swing, aonde vc só acha q se liberal é aquilo q lhe com vem.  

A nova sociedade

O BBB veio para mostra q o povo não quer mais este falso moralismo, q as pessoas não querem mais ver pessoas articulando, ou podando os outros com frases como, o q vão pensar de vc la fora, vc não pode se tão liberal ou libertino, sabe vimos estas pessoas caindo uma a uma pq a sociedade cansou disto de pessoas ditando regras, ex. disto um transexual, e q estava e por não jogar aberto com o povo e as pessoas dentro da casa foi a primeira a rodar, pois tinha vergonha do seu estado, o q não da para entender, passou por tantas barras difíceis e se esconder num simples jogo, perdendo a oportunidade de mostrar o outro lado da vida, vê uma cara q teve a segunda chance, e voltar mais bobo pq as pessoas falaram q a mulher q ele dizia gostar ficou com outro, não deu nem chance de um dialogo para saber o q realmente aconteceu o pq rolou aquilo.
Vê um homem q totalmente machista q julgava as mulheres como piores coisas do mundo, só pq ele só sabia resolver as coisas no grito, ver uma mulher linda sendo julgada pelas outras só pq ela era linda, então ela tinha mais oportunidade aqui fora.
E na contramão de tudo isto tinha três pessoas, duas q só queriam viver intensamente, sem se preocupar, e um q queria apenas aprender a viver observando e tentando se entrosar sem criar problemas, uma pessoa centrada, mas sem preconceito, quando ele teve oportunidade ele ficou com quem ele queria sem se preocupar com q os outros iam pensar sele era resto ou não, sele era banana ou não, ele se entregou e pronto.
Olha Maria uma pessoa q a sociedade tinha tudo para julgar de errado, quem já havia imaginado uma mulher ficar com dois homens num BBB, quem ia imaginar q uma mulher gostosa ia ganhar o BBB, quem ia imaginar q uma mulher julgada por muito la dentro como vulgar ia ganhar o jogo, só q aqui fora sociedade não viu nada disto, virão uma pessoa q queria viver, brincar usar seus dotes não para ser mulher fatal e sim para ser uma mulher normal, Maria vc livrou a sociedade de velhos preconceitos.
Loirinho, vc quebrou outro tabu, q é um homem ficar com uma mulher mesmo quando muitos a julgam, vc mostrou para as pessoas q o mais importante é o q vc vê na pessoa e isto te fez um homem grande, pois vc confiou em vc mesmo, mesmo quando todos colocavam vc no paredão, vc nunca questionou, vc sabia q era um pássaro fora do ninho, e por sito era meio q rejeitado ai dentro, ate mesmo pela mulher q vc escolheu, e passou por cima de tudo e mostrou o quanto vale se uma pessoa sensata, e com isto conquistou o publico e tbm a mulher q rejeitava vc e conseguiu entrar no ninho fechado.
Daniel chegou à final não pq era gay e teve um publico gay aqui fora torcendo por ele, ele chegou pq soube viver, rir, brincar, ele sabe q muitas vezes foi julgado e preferiu não julgar ninguém, uma pessoa q se entregava nas festas, brincava com ele mesmo, e por falta de um igual brincava com as plantas, foi à primeira vez q um gay chegou à final não pq era gay e sim pq era uma pessoa do bem, uma pessoa q se mostrou aberta, q mostrou para as pessoas q vc sendo uma pessoa feliz vc chega longe, e sem preconceito mais longe ainda, e q já mais ganharia um BBB pq era um tadinho, ele ganharia pq ele é o Daniel.
E eu vejo com tudo isto, q tem se montado uma nova sociedade q um dia transformará esta sociedade em algo melhor, algo feliz aonde não tem espaço para guerra pq as pessoas são diferentes umas das outras, uma sociedade q não da para ficar de falso moralismo e deixando as coisas ruins acontecer em nome deste falso moralismo, este para mim é o BBB um lugar aonde vc aprende a observar as pessoas e tbm à sociedade.
Ass. Sr. Fanfarrão.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário